Homenagem: Jango

João Goulart, no exílio, mateando à beira do Rio Uruguai, 1966, publicada em Jango e eu. (Fundação Getúlio Vargas – CPDoc/Arquivo João Goulart)