Brava gente brasileira: salvemos a previdência social! E a nossa pátria!

Mario Drumond

Mais uma vez atacam o nosso futuro. Precisamos tomar providências:

1ª PROVIDÊNCIA: parar o país no dia 28 de abril

2ª PROVIDÊNCIA: derrubar a PEC e as máfias “legislativas”

3ª PROVIDÊNCIA: Fora Temer!

4ª PROVIDÊNCIA: eleições gerais em todos os níveis, inclusive constituinte

5ª PROVIDÊNCIA: nova Constituição para criar a 6ª República (*), com referendo popular

6ª PROVIDÊNCIA: Passar o Brasil a limpo!

Prazo até a 4ª Providência: seis meses a partir do 28 de abril.

“Os Estados Unidos parecem destinados pela Providência a encher as Américas de miséria em nome da Liberdade” (Simon Bolívar, em carta ao Coronel Patrício Campbell datada de 5 de agosto de 1829).

Assim é e continuará a ser se não tomarmos providências urgentes, a começar pela salvação da nossa Previdência Social que, mal ou bem, está entre as poucas conquistas que restam aos trabalhadores brasileiros do grande legado do Trabalhismo histórico do século passado.

O momento é propício à união das forças democráticas nacionais para dar continuidade ao processo de luta libertária do país das garras da incompetência lacaia e da prepotência imperialista, processo este interrompido pelo golpe de 1964.

Parafraseando Mario de Andrade:

Muita prepotência e pouca competência, os males do governo brasileiro são.

(*)

1889 – 1930: 1ª República, conhecida como “República Velha” (liberal e entreguista)

1930 – 1945: 2ª República, conhecida como “República Nova” (trabalhista e nacionalista)

1945 – 1950: vácuo republicano

1950 – 1964: 3ª República, conhecida como “República Bossa Nova” (desenvolvimentista)

1964 – 1985: 4ª República, período da ditadura militar (golpista, liberal e reacionária)

1985 – 2017: 5ª República, sem nome, sem pai e sem mãe (neoliberal e entreguista)

a partir de 2018 e com Constituição referendada pela maioria do povo brasileiro:

REPÚBLICA POPULAR DEMOCRÁTICA DO BRASIL (socialista e revolucionária)

Compartilhar